sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Por que você deve ser um Líder de Si Mesmo antes de liderar outros

JAN 20,2016 / POR REDAÇÃO O MONGE E O EXECUTIVO

Por acaso já se deu conta de que muitos gestores, por mais que sejam chefes, não são líderes? Acredite: essa situação é mais comum do que você pode imaginar! Nesse caso, por mais que os funcionários atendam a seus comandos, é apenas por uma simples questão de hierarquia e não por acreditarem e confiarem no que a chefia diz. E a verdade é que essa situação acontece, muitas vezes, porque o próprio gestor não se sente um líder. Assim, é mais que natural que as pessoas sob seu comando também não o identifiquem como tal, não concorda?
Mas a boa notícia é que, assim como diversas outras habilidades, a liderança também pode ser desenvolvida! E o primeiro passo para isso se tornar realidade é, antes de mais nada, transformar-se em um líder de si mesmo. Quer aprender? Então vamos lá!

POR QUE SER UM LÍDER DE SI MESMO?

Vislumbrar um futuro melhor, definir objetivos significativos e efetivamente persegui-los de forma sustentável são características que devem fazer parte do escopo de todo bom líder. No entanto, para colocar esses comportamentos em prática no dia a dia corporativo é preciso ser um líder de si mesmo.
Tendo em mente que a liderança é um caminho solitário, que exige a tomada de decisões difíceis ao longo de sua trajetória, a única forma de se manter firme nessa estrada, com inspiração, motivação e energia em alta, é liderando com o coração, seguindo um propósito e se dedicando.
O gestor que é líder de si mesmo não perde o rumo porque sabe muito bem onde quer chegar, tendo traçado um plano de ação para alcançar seu objetivo. Ao sentir confiança nas metas e nos objetivos apresentados, a equipe passa a seguir o profissional não por uma questão de hierarquia, mas por realmente acreditar no plano e por desejar, tanto quanto o líder, atingir o objetivo final.

COMO SE TORNAR UM LÍDER DE SI MESMO?

Agora que você já aprendeu as consequências básicas de se tornar um líder de si mesmo, aprenda como fazê-lo:

Equilibre coração e cérebro
Ao liderar com o coração, o gestor consegue motivar sua equipe, estimulando os colaboradores a enfrentarem as adversidades e perseguirem o objetivo definido até o fim. O líder que age com a cabeça segue um caminho completamente racional, lógico e ordenado, para isso usando um conjunto de ferramentas gerenciais. Mas para se tornar um líder de si mesmo é importante mesclar os dois caminhos, equilibrando coração e cérebro.
Assim, quando se deparar com uma decisão difícil, especialmente no campo ético, o segredo está em buscar o equilíbrio se fazendo três perguntas:
1. Qual o risco de seguir determinado caminho?
2. A escolha é consistente com meus valores pessoais e com os valores que compartilho com a equipe?
3. Minha consciência ficará tranquila?
Com essas respostas em mãos, você certamente se sentirá mais seguro para escolher o melhor caminho a seguir.

Lidere com propósito
O líder de si mesmo sabe o que quer fazer, por que quer fazer e como irá chegar lá. Isso porque, ao ter um propósito, é possível liderar a equipe em uma direção alinhada com a visão, a missão e os valores da empresa. Os líderes de si mesmos usam esse propósito para estimular a equipe a dar seu melhor para uma causa em comum.
Use a disciplina a seu favor
Verdade seja dita: quem quer se tornar um líder melhor não pode fugir do trabalho duro, certo? Afinal de contas, o sucesso não é uma questão de sorte e, sim, de dedicação. Por isso, para se tornar um líder de si mesmo, tenha em mente três pontos:
1. Sem esforço, nada pode ser alcançado;
2. O sucesso como líder só é atingido com uma mente calma e equilibrada;
3. A concentração (em pensamentos e ações) é o pulo do gato para atingir um objetivo.

COMO IDENTIFICAR SE VOCÊ ATINGIU A META?


Você sabe que se tornou líder de si mesmo quando consegue ser paciente, calmo e focado, demonstrando tolerância e dando aos membros da sua equipe o tempo de que eles precisam para alcançar sua pegada. A essa altura da caminhada, você diminui o ritmo quando identifica que, apesar de querer resultados rápidos, seu time e os próprios processos precisam de um tempo para amadurecer. O segredo está em tem controle sobre si mesmo.
Nesse estágio, quando o líder alcança a habilidade de se manter calmo, tende a passar essa sensação de tranquilidade para seus funcionários, o que só ajuda no processo de busca pelos objetivos, com foco, produtividade e dedicação. Já o gestor que se desespera quando um problema acontece definitivamente não é líder de si mesmo e, por isso, não tem a habilidade necessária para liderar mais ninguém.

JÁ É LÍDER DE SI MESMO E QUER LIDERAR OS OUTROS?

Tendo identificado que você mesmo não é mais um empecilho para sua liderança, chegou a hora de liderar os demais. Confira como:

Dê o exemplo
A máxima do faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço pode ser conhecida, mas não é exatamente o melhor caminho a seguir se você quer ser um bom líder. Para fazer com que sua equipe se comprometa a dar seu melhor para atingir as metas, é essencial dar o exemplo.
Na prática, isso quer dizer que você deve ser autêntico e praticar aquilo que prega. Pontualidade é importante? Então seja o primeiro a chegar e o último a sair. Inovação é seu mantra? Então busque inovar mais do que todos! Ao perceber que você realmente acredita e pratica aquilo que fala, sua equipe seguirá sua trilha.

Demonstre humildade
Um bom líder sabe muito bem que ninguém é bom em tudo. Assim, para conquistar a confiança da equipe e efetivamente ter a liderança do time, é importante conhecer (e reconhecer) as próprias fraquezas, colocando o aprendizado constante em sua lista de prioridades.
Tem dificuldades com planilhas? Por que não aprender com um funcionário que domine melhor essa tarefa? Mostrar que, no fim das contas, você não só tem suas fragilidades como confia no trabalho dos colaboradores a ponto de pedir ajuda, aproxima a equipe e derruba importantes barreiras de comunicação.

Saiba (e diga) onde quer chegar
Um bom líder tem um objetivo e sabe direitinho quais metas precisa atingir para chegar lá. Mas para liderar sua equipe com eficiência é preciso ir além. Só ter um objetivo definido, mas não divulgá-lo para ninguém não adianta. É preciso traçar um plano de ação para alcançá-lo e deixar claro o que você espera do time nessa missão.
Viu como se tornar-se líder de si mesmo é um processo? Para ser bem-sucedido nessa caminhada é preciso conhecer tanto seus pontos fortes como os fracos, definir objetivos e metas com clareza e ter em mente que, com esforço e dedicação, é possível desenvolver todas as habilidades necessárias para liderar uma equipe com eficiência. Pronto para o desafio?
Ainda tem alguma dúvida sobre como ser líder de si mesmo? Quer compartilhar alguma experiência? Comente aqui e compartilhe suas impressões e seus questionamentos conosco! E que tal aproveitar para conhecer 8 tipos de líderes negativos neste outro post aqui?


FONTE: http://blog.treinamentoomongeeoexecutivo.com/lider-de-si-mesmo-antes-de-liderar-outr/. Acesso em 27/01/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário